SolvayPrev – Funcionamento

 
CONTRIBUIÇÕES
MOVIMENTO DOS RECURSOS
TÉRMINO DO VÍNCULO EMPREGATÍCIO
TRIBUTAÇÃO

Contribuições

  • Formado por Contribuições tanto do Participante como da Patrocinadora;
  • A Patrocinadora efetua uma Contribuição Básica mensal de 1% sem contrapartida do Participante;
  • O Participante pode efetuar as Contribuições Normais e a Patrocinadora participará com 150% do valor da Contribuição Normal do Participante.
    – Colaborador com salário até 1 UPS* poderá participar com 1% do salário;
    – Colaborador com salário acima de 1 UPS* poderá participar com 1% sobre a parcela do salário equivalente a 1 UPS*; para a parcela de salário que exceder a 1 UPS*, poderá escolher de 1% a 6%;

*UPS = Unidade Previdenciária Solvay = R$ 5.689,21 – nov/20 reajustada anualmente pelo INPC.

 

  • O empregado poderá alterar o valor da Contribuição Normal nos meses de janeiro a julho;
  • O empregado pode suspender a Contribuição Normal a qualquer momento. A Contribuição poderá ser reativada a qualquer momento com o mesmo percentual;
  • A Patrocinadora acompanhará a alteração solicitada pelo Participante, conforme definido acima;
  • O empregado pode efetuar Contribuições Extras a qualquer momento, totalizando até 30% da remuneração anual. A Contribuição Extra não recebe contrapartida da Patrocinadora;
  • Não haverá contribuição mensal para o Participante ativo no mês de admissão e no mês de desligamento;
  • As contribuições incidem sobre o 13º salário;
  • As Contribuições da Patrocinadora são efetuadas enquanto for mantido o vínculo empregatício.

 

 

Movimento dos Recursos 

Os recursos dos empregados na ativa somente poderão ser movimentados:

  • Após o Término do Vínculo Empregatício;
  • Invalidez;
  • Falecimento do Titular.

Após início do recebimento de benefício, os recursos ficam indisponíveis para resgate.

 

 

Término do Vínculo Empregatício 

O seu plano não termina aqui

O Plano de Aposentadoria SolvayPrev não está vinculado à Previdência Social (INSS)!

Após o Término do Vínculo Empregatício, os Participantes do Plano SolvayPrev têm várias opções para continuar na PRhosper ou mesmo continuar em outra Entidade de Previdência Complementar, ou iniciar o Benefício.

Veja abaixo as opções:

DESLIGAMENTO DA RHODIA ANTES DE 55 ANOS DE IDADE

  • RESGATE TOTAL: o Participante poderá resgatar o saldo a que tiver direito** na data do desligamento;
  • AUTOPATROCÍNIO: (nesta opção, o Participante mantém sua inscrição no Plano e continua efetuando as Contribuições. Além da contribuição individual, o Participante deverá pagar a contribuição efetuada pela Patrocinadora. A opção pelo Autopatrocínio não impede a posterior opção pelo Resgate, Portabilidade ou BPD. A PRhosper cobra uma taxa mensal de permanência;
  • PORTABILIDADE: permite ao Participante transferir o saldo a que tem direito** para outra Entidade de Previdência Complementar Aberta ou Fechada. A carência é de no mínimo 3 anos de Vinculação ao Plano na data do desligamento;
  • BENEFÍCIO PROPORCIONAL DIFERIDO (BPD): permite ao Participante manter a inscrição no Plano sem efetuar contribuição, aguardando a idade para receber benefício mensal. É necessário ter no mínimo 3 anos de Vinculação ao Plano na data do desligamento. A opção pelo BPD não impede opção futura pelo Resgate ou Portabilidade. A PRhosper cobra uma taxa mensal de permanência.

** Saldo a que tem direito = 100% da Conta de Participante + 100% da Conta de Patrocinadora após 3 anos de Plano.

DESLIGAMENTO DA RHODIA A PARTIR DE 55 ANOS DE IDADE
O Participante do Plano SolvayPrev poderá contar com todas a opções anteriores.

E ainda:
Receber Benefício Mensal, desde que tenha cumprido as seguintes condições: estar desligado da empresa e ter no mínimo 55 anos de idade.

Lembre-se: Você não precisa estar aposentado pelo INSS para iniciar o seu benefício na PRhosper!

 

 

Tributação

Todos os empregados devem fazer a opção pelo regime de Imposto de Renda (IR) no momento da adesão ao Plano. A opção de Imposto de Renda é irretratável.

São duas as opções de tributação: Progressiva ou Regressiva.

Opção pela Tabela Progressiva

As alíquotas incidem sobre os benefícios mensais, conforme a tabela vigente publicada pela Receita Federal. Em caso de resgate, incidirá alíquota provisória de 15% na fonte, com ajuste posterior pela tabela progressiva na declaração do fim do ano.

Não há tributação na transferência de um plano para outro (Portabilidade). Os recursos portados permanecem com a mesma modalidade de tributação escolhida pelo participante no plano de origem.

Opção pela Tabela Regressiva

As alíquotas incidem sobre os benefícios mensais, conforme tabela abaixo.

Até 2 anos 35%
De 2 até 4 anos 30%
De 4 até 6 anos 25%
De 6 até 8 anos 20%
De 8 até 10 anos 15%
Mais de 10 anos 10%

Tributação definitiva, sem ajuste na declaração do final do ano.

Na transferência de um plano para outro (Portabilidade) não incide tributação.

Leia outros esclarecimentos sobre as modalidades de Imposto de Renda regressivo e Imposto de Renda progressivo, clique aqui.

Vantagem Tributária – Dedução da Contribuição

As contribuições pessoais vertidas pelo participante ao plano de Aposentadoria Complementar podem ser deduzidas da base de rendimentos brutos tributáveis, até o limite de 12%.

Esta opção é válida para os participantes que fazem a declaração de I.R. no modelo completo, ou seja, não optam pelo desconto padrão.

O imposto deduzido tem a característica de diferimento, ou seja, será pago no momento do recebimento do benefício ou do resgate do plano.

 

 

Calendário PRhosper

Próximos eventos

15/07/2017

Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.

15/07/2017

Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.

15/07/2017

Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.

15/07/2017

Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.