Saiba mais sobre a Taxa Referencial

Publicado em: 11/08/2021

>Saiba mais sobre a Taxa Referencial

A Taxa Referencial foi criada em 1991, dentro do pacote de medidas econômicas do Plano Collor II, e até hoje impacta nossas transações financeiras. Seus dois grandes objetivos eram desindexar a economia e combater a hiperinflação.
Hoje em dia, a TR atua como um indicador geral da economia brasileira e influencia diretamente diversos ativos financeiros presentes no nosso dia a dia, como a correção monetária de financiamentos imobiliários do Sistema Financeiro de Habitação, da poupança e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
A fim de agir com transparência na evolução da Taxa Referencial, o Banco Central (BC) disponibiliza o acompanhamento diário da taxa pelo seu site e ainda permite simulações de correções de “valores influenciados por ela” por meio do portal Calculadora do Cidadão.
Entenda como a Taxa Referencial é calculada:
A fórmula utilizada pelo Banco Central, desde 2018, tem como base as taxas de juros das Letras do Tesouro Nacional (LTN). Veja a seguir a fórmula e quais são seus componentes:
R = a+b x TBF
R = redutor;
a = valor fixo igual a 1,005 (valor definido na criação da TR);
b = valor referente à Tarifa Básica Financeira (TBF), divulgada pelo Banco Central.
Depois de encontrar o valor de R, os valores são substituídos em uma segunda fórmula:
TR = 100 x [ ((1 + TBF)/R) – 1]
Desde 2017, a Taxa Referencial encontra-se zerada. Isso acontece, principalmente, devido à queda da taxa Selic.
E se a TR resultar em um valor negativo? Por convenção, o Banco Central passa a considerá-la como “zero”.
Mesmo sendo ZERO a TR influencia em nossa vida? Sim! Com a Taxa Referencial zerada há mais de três anos, as principais consequências que sofremos são: a redução da rentabilidade do FGTS e a redução dos rendimentos da poupança.
Continue ligado em nossas redes sociais. Na próxima semana voltaremos com dicas para você manter sua qualidade de vida em alta.

Calendário PRhosper

Próximos eventos

15/07/2017

Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.

15/07/2017

Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.

15/07/2017

Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.

15/07/2017

Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.